Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Aposentados

Acordo entre o Rio e a União esbarra na burocracia, e assinatura fica para agosto

O governador Luiz Fernando Pezão ampliou o prazo para assinar o Regime de Recuperação Fiscal junto à União. A nova previsão é iniciar o socorro fiscal a partir de agosto. No fim de junho, tanto Pezão, quanto o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, fizeram previsões de a assinatura sair em “cerca de 15 dias”.
Nesta terça-feira, o Tesouro Nacional e o Ministério da Fazenda colocaram novos obstáculos para a assinatura imediata do termo. Para piorar, o próprio Rio de Janeiro não protocolou, junto ao Tesouro Nacional, o pedido de adesão ao programa. Já o governo federal não enviou à Casa Civil a regulamentação do projeto de recuperação.
Segundo fontes, o estado do Rio ainda faz as contas para detalhar os três anos dentro do regime: “Essa novela será longa”, disse um deputado federal. Faz-se necessária, também, a edição de um decreto estadual para tratar da adesão, além de uma Medida Provisória por parte do governo federal.

FONTE: https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/acordo-entre-rio-a-uniao-esbarra-na-burocracia-assinatura-fica-para-agosto-21578915.html

Compartilhe