Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

Alerj vota na terça-feira (10) a derrubada dos vetos do governador à recomposição salarial

Alerj vota na terça-feira (10) a derrubada dos vetos do governador à recomposição salarial

Depois da intensa articulação das entidades sindicais que representam os servidores públicos do Rio de Janeiro, entre elas o Sindjustiça-RJ, a Alerj marcou para a terça-feira (10), às 14h55, a votação sobre os vetos do governador, Wilson Witzel, à recomposição salarial do funcionalismo estadual.

Esse é um passo extremamente importante da luta dos servidores, que vêm se organizando no Fórum Permanente dos Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Fosperj), que hoje conta com a participação de mais de 70 entidades.

Articulações

Na última quinta-feira (5), as lideranças sindicais se reuniram novamente com diversos parlamentares, entre eles o deputado Márcio Pacheco (PSC), líder do governo e que está intermediando a relação com o Executivo, para buscar uma antecipação da reunião com o secretário da Casa Civil, André Moura. Durante o encontro, o próprio André Moura estava presente e alegou impossibilidade de receber os servidores antecipadamente por causa de compromissos em Brasília. Mesmo assim, ficou confirmada a reunião para o dia 18 (no mesmo dia da paralisação nacional em defesa dos serviços públicos).

Neste diálogo, o presidente da Comissão de Servidores Públicos da Assembleia Legislativa, Bruno Dauaire (PSC), teve papel importante, já que foi ele quem sugeriu que o encontro com representantes do Executivo ocorresse antes de uma audiência pública que seria marcada na Alerj para debater as perdas salariais dos servidores.

Os membros do Fosperj se reuniram em seguida com o presidente da Assembleia, André Ceciliano (PT), que garantiu a discussão das matérias em plenário na próxima semana (fato confirmado posteriormente com a publicação da Ordem do Dia na sexta-feira). O parlamentar garantiu também que há um acordo para derrubada dos vetos do governador à recomposição das perdas inflacionárias, nos termos previstos pelo Regime de Recuperação Fiscal, e à implementação do PCCS da Saúde.

As lideranças sindicais ainda se reuniram com diversos parlamentares e assessores, porque é preciso garantir o compromisso de presença dos deputados na sessão, já que serão necessários pelo menos 36 votos para derrubar os vetos do governador.

Mobilização

Para garantir que os deputados estaduais votem a favor dos servidores, será muito importante a mobilização na terça-feira, na escadaria e dentro da Alerj.

O Sindjustiça-RJ, que está participando ativamente da organização dessa luta desde o começo, convoca os serventuários para que engrossem o ato.

A participação dos servidores aposentados, que dedicaram toda sua vida ao atendimento da população, também será extremamente importante, já que uma vitória na terça-feira abriria caminho para uma recomposição unificada, linear e para todos.

Será uma etapa essencial para que o funcionalismo estadual possa conquistar uma recomposição tão necessária diante de tantos ataques sofridos pelos servidores nos últimos tempos.

Compartilhe