Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Ao GLOBO, Pezão diz que tem que cuidar da saúde e vai terminar mandato

Mais cedo, governador disse à coluna Expresso, da revista Época, que poderia deixar o cargo antes do tempo

RIO – Após afirmar, em entrevista à coluna “Expresso”, da revista “Época”, que por motivos de saúde, poderia não concluir seu mandato, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, disse ao GLOBO que vai ficar sim no comando até o fim de 2018, mas que tem que cuidar mais da sua saúde. No entanto, ele descartou uma nova licença, pelo menos por enquanto.
— Vou terminar meu mandato sim. É que eu tenho que cuidar mais da minha saúde, mas nada impede de eu terminar meu mandato. A saúde está mais mais ou menos, a quimioterapia faz muito estrago e eu me descuidei um pouco — declarou o governador.
Depois de o presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, falar em impeachment do governador e criticá-lo duramente em entrevista à Rádio CBN, Pezão disse que está com contato permanente com o Ministério da Fazenda e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para chegar a uma solução que permita ao Rio ingressar no Regime de Recuperação Fiscal sem ter que aprovar um limite de gastos para o Estado, que vem sofrendo oposição dos poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público:
— Estou firme para colocar os salários em dia e colocar o estado nos trilhos. Estou falando direto aqui com o Henrique Meirelles (ministro da Fazenda) e o Rodrigo (Maia, presidente da Câmara dos Deputados).
Em mensagem enviada ao líder do governo na Alerj, Edson Albertassi (PMDB), Jorge Picciani chamou Pezão de despreparado e o acusou de ter cometido crime de responsabilidade. O presidente da Câmara disse que o estado vive um descontrole sem precedentes. O texto fala ainda sobre a possibilidade de uma intervenção federal ou a votação do impedimento do governador.

FONTE: https://oglobo.globo.com/rio/ao-globo-pezao-diz-que-tem-que-cuidar-da-saude-vai-terminar-mandato-21511422

Compartilhe