Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

APÓS PROTESTO DE SERVIDORES, TRÂNSITO É LIBERADO NO CENTRO

Primeiro de Março e a Presidente Antônio Carlos ficaram interditadas por cerca de cinco horas

RIO – Uma manifestação de servidores do estado, em frente à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), complicou o trânsito no Centro da cidade. As Ruas Primeiro de Março e a Avenida Presidente Antônio Carlos ficaram interditadas por cerca de cinco horas e foram liberadas por volta das 16h. O trânsito apresenta lentidão na região. Quem segue do Aterro e quer pegar a Av. Brasil deve acessar o Túnel Prefeito Marcelo Alencar e a Via Expressa do Porto.

Agentes da CET-Rio atuam nos principais pontos de bloqueio.

O grupo protesta contra o pacote de austeridade do governo, que está sendo votado na Casa. A manifestação segue de forma pacífica. No entanto, um forte aparato de segurança foi montado no local. Centenas de policiais militares estão de prontidão no entorno do Palácio Tiradentes, dentro da área que foi cercada com grandes. Enquanto isso, um grupo está posicionado no alto da escadaria onde foi instalada uma das grades.

Além dos PMs, há um veículo da corporação que joga jatos dágua e homens da Força Nacional de Segurança. O comandante do Batalhão de Policiamento de Grandes Eventos (BPGE), coronel Rubens Peixoto, chegou a sair da área cercada, segundo ele, para fazer um trabalho de proximidade com os manifestantes e um apelo pela paz.

O último ato do funcionalismo contra as medidas do estado aconteceu na última quarta-feira, dia em que os deputados deram início à discussão sobre o pacote. Na ocasião, dois soldados do Batalhão de Choque (BPchoq) abandonaram o cordão de isolamento do Palácio Tiradentes e se juntaram aos manifestantes. Eles foram presos administrativamente.

FONTE: http://oglobo.globo.com/rio/apos-protesto-de-servidores-transito-liberado-no-centro-20517525

Compartilhe