Filiado à FENAJUD e ao DIEESE
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Assembleias regionais do Sindjustiça-RJ têm eleições do Conselho de Ética e de representantes de segmentos singulares

Entre os dias 24 de abril e 11 de maio, o Sindjustiça-RJ realizou diversas assembleias em vários pontos do estado para discutir questões de interesse dos associados. Entre os principais temas definidos nessas reuniões com a categoria, estiveram a deliberação dos nomes para o Conselho de Ética da entidade e de representantes de segmentos singulares.

Para o Conselho de Ética, foram eleitos os cinco serventuários mais votados entre os candidatos — além de um suplente, que assume em caso de vacância — todos com pelo menos um ano de filiação ao sindicato, conforme definido pelas regras do pleito, previstas no Estatuto do Sindjustiça-RJ.

Listados em ordem de votação decrescente, os novos conselheiros de ética efetivos são:

Fred Barcellos (342 votos);

Anderson Patrício (237 votos);

Carlos Alberto (191 votos);

Magali Monteiro (189 votos);

Ronaldo Martins (144 votos).

Já o conselheiro de ética suplente escolhido pelos associados ativos e aposentados foi o serventuário André Parkinson, com 96 votos. A responsabilidade do grupo é de assegurar que o estatuto do sindicato esteja sendo integralmente cumprido.

Filiados que compareceram às assembleias regionais também escolheram representantes de segmentos singulares

Os segmentos singulares são divisões dentro da entidade responsáveis por articular de forma mais precisa as demandas de determinadas carreiras específicas do Judiciário. Os associados que participaram das assembleias também votaram nos representantes de cada núcleo.

Para o Núcleo de Segmentos sem Especialidade, o representante eleito foi Alzimar Andrade, com 704 votos. Já para o Núcleo de Segmentos dos Oficiais de Justiça Avaliadores (OJAs), foi escolhido o serventuário Mário Jorge, com 148 votos. Por fim, para o Núcleo de Segmentos das Áreas Técnicas, a candidata com maior número de votos foi Maria Rita, preferência de 117 filiados.

Encontros também tiveram prestação de contas da entidade

As assembleias organizadas pelo Sindjustiça-RJ também contaram com a prestação de contas do sindicato. Nos encontros, foram apreciadas as contas referentes ao ano de 2017, aprovadas com 787 votos favoráveis, 12 votos contrários e 146 abstenções; e o orçamento para ações da entidade em 2018, que conquistou 762 votos favoráveis, 4 contrários e 176 abstenções.

O diretor-geral do Sindjustiça-RJ Aurélio Lorenz Ribeiro de Castro conta que foram realizadas dezenas de assembleias para se chegar a essas definições. “Fizemos um longo trabalho para termos certeza de que todas as demandas e necessidades da categoria seriam definidas de forma democrática. É nosso dever garantir que todos os serventuários tenham a oportunidade de participar dos debates sobre o futuro do sindicato que os representa”, conta.

Para saber de antemão as datas de futuras assembleias do Sindjustiça-RJ, acompanhe constantemente o nosso site oficial e página no Facebook.

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe