Filiado à FENAJUD e ao DIEESE
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Ato contra precarização do Judiciário reúne serventuários de todo o estado

Centenas de serventuários de todo o estado se reuniram ontem (7) em frente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), na capital, em um ato contra a precarização do Poder Judiciário convocado pelo Sindjustiça-RJ.

A mobilização foi motivada pelo Ato Normativo 06/2018 e o Parecer SN1/2018, publicados no Diário da Justiça Eletrônico do Estado do Rio de Janeiro (DJERJ), que normatizam terceirizações, substituições de postos de trabalho e realocação de serventuários para gabinetes de magistrados. Também foram levantadas bandeiras relativas à campanha salarial deste ano, o Projeto de Lei (PL) 1.024/2015 – que prevê a reposição salarial de 5% – para a categoria, e o abono-natalino para os serventuários aposentados;

Durante o ato também foi denunciado o aumento de casos de violência contra oficiais de justiça, comissários de justiça, assistentes sociais e psicólogos.

Mobilização

Caravanas de vários municípios compareceram para fortalecer a resistência aos ataques contra os servidores do Judiciário. Após a concentração, a categoria seguiu em passeata até a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Para o diretor-geral do Sindjustiça-RJ Tony Vieitas, o ato foi um marco importante na luta da categoria por seus direitos. “Nossa manifestação foi um grande passo em direção às pautas que temos defendido porque lutar por condições de trabalho adequadas para os serventuários é uma de nossas prioridades”, afirmou.

O deputado estadual Waldeck Carneiro (PT) auxiliou no acesso de um grupo de representantes, entre serventuários e integrantes da direção do sindicato, à tribuna da Alerj. Após solicitação do deputado Paulo Ramos (PDT), uma reunião com o presidente da casa em exercício, André Ceciliano (PT), e líderes das bancadas foi agendada para a próxima quinta-feira (14).

Vieitas reiterou que esse encontro terá uma importância estratégica decisiva para definir as próximas ações da categoria. “Será uma conversa fundamental para estabelecermos o rumo a partir daqui, principalmente quanto à aprovação da reposição salarial de 5%. Por isso, o apoio da categoria será fundamental”, comentou.

Confira fotos aqui

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe