Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

Como ficou o reajuste de aposentadorias e pensões previdenciárias não alcançados pela paridade

A Rioprevidência divulgou o reajuste anual de 3,43% para todas as aposentadorias e pensões previdenciárias pagas aos servidores não alcançados pela paridade.

A correção será paga sobre os vencimentos de janeiro, mas serão creditadas de forma retroativa sobre o salário de fevereiro, pago em março.

Esse valor equivale ao índice Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de janeiro a dezembro de 2018, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No Judiciário, há muitos serventuários que se aposentaram pela média no Regime Geral de Previdência. Por isso, esse reajuste irá afetar uma parcela importante da categoria.

A Rioprevidência também divulgou a tabela escalonada com os índices de aumento que devem ser aplicados aos servidores que tiveram seus benefícios concedidos ao longo de 2018. A correção a ser aplicada é proporcional ao número de meses em que o benefício foi pago, já que esses servidores não sofreram as perdas da inflação do ano cheio.

Benefícios concedidos:

Até janeiro de 2018 – 3,43%

Em fevereiro de 2018 – 3,20%

Em março de 2018 – 3,01%

Em abril de 2018 – 2,94%

Em maio de 2018 – 2,72%

Em junho de 2018 – 2,28%

Em julho de 2018 – 0,84%

Em agosto de 2018 – 0,59%

Em setembro de 2018 – 0,59%

Em outubro de 2018 – 0,29%

Em novembro de 2018 – 0%

Em dezembro de 2018 – 0,14%

Importante ressaltar que, em novembro do ano passado o INPC foi negativo (-0,25%). Por isso, não haverá correção para os aposentados ou os que passaram a receber pensão naquele mês.

Compartilhe