Skip to content

DÉFICIT DO ESTADO PARA 2017 PODE CHEGAR A R$ 17 BILHÕES, SEGUNDO SECRETARIA DE FAZENDA

A Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) apresentou parecer favorável ao Projeto de Lei 2128/16 que estima a receita e fixa a despesa do estado para 2017. Durante a reunião, realizada no Palácio Tiradentes, nesta sexta-feira (09/12), o secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, informou que o déficit previsto para o próximo ano pode chegar a R$ 17 bilhões.

De acordo com o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), encaminhado à Comissão de Orçamento, a receita líquida do estado prevista para 2017 seria de R$ 62,3 bilhões e as despesas fixadas em R$ 77,6 bilhões. No entanto, o secretário de Estado de Fazenda informou que a receita líquida foi recalculada e chegou ao valor de R$ 60.5 bilhões, R$ 2 bilhões a menos do que o previsto no texto enviado.

O presidente da comissão, deputado Pedro Fernandes (PMDB), solicitou ao secretário a readequação dos valores no projeto da LOA. Barbosa se comprometeu a fazer os ajustes até a próxima segunda (12/12), quando a matéria seguirá para apreciação dos 70 deputados, que terão até o dia 16 para apresentar as emendas ao projeto. A previsão é de que a Casa vote a proposta no dia 20 de dezembro.

Pedro Fernandes pontuou que o déficit do estado pode ser ainda maior do que a previsão apresentada pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). “Ainda temos que somar a esse cálculo os R$ 18 bilhões de déficit dos anos de 2015 e 2016, que ainda estão em aberto. O déficit do estado na verdade será de R$ 35 bilhões”, ressaltou.

Segurança, Saúde e Educação

O secretário de Estado de Planejamento, Luiz Cláudio Gomes, apresentou durante a reunião os valores destinados a cada função. Segurança Pública vai receber R$ 12,1 bilhões. Pouco menos do valor destinado às funções de Saúde (R$ 6,6 bilhões) e Educação (R$ 7,8 bilhões) se somadas. A única função que recebe mais do que a Segurança Pública é a Previdência Social, com R$ 20 bilhões.

O valor destinado à Segurança foi alvo de críticas do deputado Luiz Paulo (PSDB). “Isso é uma catástrofe. Como Educação e Saúde juntas ganham quase o mesmo que segurança? A expansão dos serviços como as UPAS, se deram em cima da perspectiva de receita do pré-sal, mas esses recursos não chegaram. Esses valores estão em cima de um modelo teórico que não pode funcionar no cenário atual”, pontuou o parlamentar.
Pacote de austeridade

A Casa ainda discute medidas do pacote de austeridade encaminhados pelo Executivo. Por conta disso, para o presidente da comissão, será necessário que o governo também encaminhe a Casa, ainda no período do recesso parlamentar, as alterações que foram feitas nas receitas e despesas decorrentes do impacto do acordo de ajuste fiscal aprovado na Alerj.

PPA

O projeto de lei 2129/16 com a revisão do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019, atualizado anualmente na ocasião do envio da Lei Orçamentária Anual (LOA), também recebeu parecer favorável dos deputados. A votação foi a mesma do projeto da LOA, cinco votos a um. O deputado Zaqueu Teixeira votou contrário e os deputados Luiz Paulo (PSDB), Edson Albertassi, André Lazaroni, Waguinho e Pedro Fernandes, todos do PMDB, votaram favoráveis.

FONTE: http://www.alerj.rj.gov.br/Visualizar/Noticia/39674

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Comunicamos, com enorme tristeza, o falecimento da colega Priscilla Braga, ocorrido na manhã desta quinta, por complicações da Covid. Priscila estava lotada no Fórum da

VENDA DA LICENÇA TERMINA HOJE, 21

Termina hoje, 21 de maio, o prazo para venda da licença-prêmio! Por favor, compartilhem a informação e avisem aos colegas da serventia que estejam de

X