Skip to content

DEU NO JORNAL: QUEDA-DE-BRAÇO POR SALÁRIO

O governador Sérgio Cabral; o presidente da Assembléia Legislativa (Alerj), Jorge Picciani; o presidente do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), José Carlos Murta Ribeiro; e o procurador-geral do Estado, Marfan Vieira, reúnem-se na semana que vem para discutir o reajuste de três categorias. Foram encaminhados à Alerj projetos que prevêem 7,3% de aumento para os servidores do TJ-RJ, 11,57% para os do Ministério Público e 8,5% para os da Alerj.

O impasse está na garantia dos valores retroativos a maio, data-base do Judiciário. A tendência é de que o governo dê às três categorias o mesmo tratamento que der ao TJ-RJ, inclusive o mesmo percentual. Porém, Sérgio Cabral deverá ouvir lamentações de cada autoridade para manter os retroativos.

Por conta das negociações, o reajuste dos servidores do Judiciário, que seria votado hoje, ficará fora de pauta até a semana que vem. A categoria iniciou, ontem, uma greve de 48 horas para pressionar os deputados pela concessão do aumento salarial. Os servidores se concentram às 15h, na Alerj, e depois fazem assembléia. (Extra)

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Comunicamos, com enorme tristeza, o falecimento da colega Priscilla Braga, ocorrido na manhã desta quinta, por complicações da Covid. Priscila estava lotada no Fórum da

VENDA DA LICENÇA TERMINA HOJE, 21

Termina hoje, 21 de maio, o prazo para venda da licença-prêmio! Por favor, compartilhem a informação e avisem aos colegas da serventia que estejam de

X