Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Em jornais de grande circulação, Sindjustiça-RJ defende a reposição de 5%

Os servidores do Poder Judiciário fluminense têm enfrentado duras batalhas para garantir seus direitos ao longo dos últimos meses, não apenas contra a intransigência do governo estadual, mas também contra a pressão de grupos midiáticos.

Agindo por seus próprios interesses, esses veículos insistem em deslegitimar a pauta dos serventuários do Rio de Janeiro, especialmente sobre a luta da categoria pela reposição salarial de 5%, cujo veto do governador, Luiz Fernando Pezão, será votado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Desde que iniciou a tramitação do projeto de lei que determinava a reposição, alguns veículos de imprensa vêm divulgando matérias tendenciosas sobre essa pauta da categoria. Em resposta, a diretoria do Sindjustiça-RJ está fazendo publicamente uma ampla defesa dos serventuários.

O sindicato está veiculando uma nota explicativa em alguns dos maiores veículos impressos do Rio de Janeiro. O texto aborda a importância da derrubada do veto à reposição de 5% para os serventuários, explicando para a população que não se trata de um mero aumento de salário, como alguns jornais retrataram recentemente.

O artigo assinado pelo Sindjustiça-RJ está sendo publicado hoje (21) no jornal O Dia e amanhã (22), data da votação da derrubada do veto na Alerj, a veiculação será feita no jornal Metro.

Para o diretor-geral da entidade Aurélio Lorenz, ao oferecer um contraponto à opinião distorcida que parte da grande mídia está tentando propagar, o sindicato estabelece um diálogo com a sociedade para mostrar que essa pauta não é apenas uma questão salarial, é também uma questão de dignidade e de justiça.

“Buscamos o apoio popular mostrando nossa perspectiva e explicando a viabilidade orçamentária do que estamos reivindicando. Não pedimos privilégios, pedimos direitos. Isso precisa ficar claro para a população e esperamos atingir esse objetivo com a publicação de nossa nota em grandes jornais”, explica Aurélio.

A partir da veiculação do texto, é importante que cada serventuário continue fazendo sua parte, divulgando as matérias e chamando amigos, conhecidos e familiares para o debate. Esta é uma semana decisiva para a luta pela reposição salarial de 5%, e a articulação da derrubada do veto está nas mãos de todos os serventuários!

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe