Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Manifestantes queimam boneco de Pezão em protesto no Rio

Manifestantes contra as reformas trabalhista e previdenciária e o governo do presidente Michel Temer se reuniram nesta sexta-feira na Candelária e seguiram em passeata até Cinelândia, no Centro do Rio. Após o clima ficar tenso com a presença de manifestantes mascarados na Avenida Rio Branco, a organização da marcha mudou o trajeto e seguiu pela Avenida Presidente Vargas em direção à Central do Brasil.

A Polícia Militar não divulgou estimativas de público. Pouco antes de saírem da Candelária, manifestantes queimaram um boneco que simbolizava o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, que era chamado de ladrão.

A pedagoga Mara Nino, de 62 anos, era uma das manifestantes contrárias às reformas. Ela destacou que há um sentimento de injustiça em relação aos altos salários e benefícios de políticos, um dos pontos que a fizeram ir ao protesto.

– Tem reforma dos salários deles, das mordomias? – provocou – Vim por ser cidadã. Não tenho partido, meu partido é o do povo.

O professor Fernando Monteiro, de 40 anos, também é contra as reformas. As denúncias de corrupção contra vários políticos, inclusive o presidente Michel Temer, também motivaram a participação no protesto.

– Precisamos fazer uma limpeza ética no país – disse Monteiro.

Clemente Duarte, 62, representante comercial, disse que foi ao protesto mesmo considerando que as reformas não o atinjam diretamente:

– Essas reformas já foram aplicadas em outros países e deram errado. Elas não me atingem, porque já dei entrada na aposentadoria e já trabalho como pessoa jurídica. Mas estou preocupado com meus filhos. Tenho dois, e eles é que serão atingidos.

FONTE: https://extra.globo.com/noticias/brasil/manifestantes-queimam-boneco-de-pezao-em-protesto-no-rio-21541380.html

Compartilhe