Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Aposentados

Mesmo com dezembro em dia, servidores ainda temem pelos próximos pagamentos

Por mais que as promessas do governo do Rio sugiram um futuro mais calmo para o funcionalismo, entre os servidores o clima ainda é de incerteza. A auxiliar de enfermagem Márcia Regina, de 53 anos, recebeu ontem o salário de dezembro. Sua condição financeira, porém, não voltou à normalidade. Funcionária do Hospital estadual Eduardo Rabelo, em Senador Vasconcelos, Zona Oeste do Rio, ela não consegue respirar aliviada:
— Estão nos pagando com o dinheiro do empréstimo, mas e quando essa verba acabar? Como vai ficar o nosso salário? — questiona preocupada a servidora.
Márcia conta que 2017 foi um ano muito ruim para ela.
— Julho e agosto foram os meses mais difícies para mim. Meu filho estava desempregado e eu com salário atrasado. Foi difícil manter a despensa abastecida e até hoje eu ainda estou com contas atrasadas, com os juros correndo — explica:
— Ainda vivo na corda bamba.
Quem também está em situação parecida é Alexandre Nascimento, auxiliar de enfermagem do mesmo hospital que Márcia:
— Mesmo se me pagassem o décimo terceiro de 2017, ainda não conseguiria pagar as contas e o empréstimo que fiz — pondera Nascimento.
Ele também se comove com a situação dos colegas servidores:
— Tive colegas que entraram em depressão, outros que perderam tudo — lamentou o servidor:
— Minha situação só não ficou pior porque contei com a ajuda da minha mãe e da minha sogra, que são aposentadas do INSS.

FONTE: https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/mesmo-com-dezembro-em-dia-servidores-ainda-temem-pelos-proximos-pagamentos-22291235.html

Compartilhe