Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Nota da Direção Geral do Sindjustiça-RJ

É com indignação que recebemos hoje (7) a informação de que acusações estão sendo feitas nas redes sociais contra esta diretoria, afirmando que estaríamos usando um perfil falso de Facebook em nossa própria página para rebater comentários de servidores.

Inicialmente, precisamos deixar claro que se há perfis falsos interagindo em nossas redes sociais, não há qualquer concordância desta diretoria e tampouco deliberação para uso desse tipo de expediente. Ao contrário, combatemos fervorosamente as fake news e o uso inapropriado das redes sociais.

Além disso, esta diretoria sempre soube se posicionar quando foi necessário, inclusive sobre temas complexos ou que não tinham unanimidade da categoria, e não precisa utilizar-se desse tipo de prática.

Por outro lado, convém lembrar que a página do Sindjustiça-RJ é uma página aberta, como qualquer outra, sem limitação de acesso aos usuários da rede social, e nosso alcance extrapola as fronteiras da nossa categoria. Com bastante frequência, há outros usuários além dos serventuários interagindo com as nossas postagens por causa da relevância da nossa categoria no contexto da sociedade.

Tão logo tomamos conhecimento do assunto, questionamos a nossa assessoria de comunicação, que negou o envolvimento com essas ações.

Diante desse fato, rechaçamos as acusações e tomaremos as medidas cabíveis para a elucidação desses fatos, com os devidos procedimentos e etapas necessárias, para que prevaleça a transparência.

Como toda a categoria tem acompanhado desde o início desta gestão, a direção do Sindjustiça-RJ tem sido bastante ativa na busca de soluções para as diversas reivindicações da categoria, e ainda temos questões importantíssimas para enfrentar junto à Administração do TJ-RJ e precisaremos sempre contar com a participação efetiva dos serventuários, inclusive daqueles que pontualmente discordam de algumas de nossas posições.

 

Direção Geral do Sindjustiça-RJ 

Compartilhe