Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Pezão diz que está trabalhando em acordo com União e não vai comentar declaração de Picciani

Picciani disse que a solução para RJ é intervenção do governo federal ou o impeachment. Segundo governador, Picciani é presidente de um poder, e eu respeito.

O governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão disse que não vai comentar as declarações do presidente da Assembleia Legisltiva do Rio (Alerj), Jorge Picciani à rádio CBN na manhã desta quinta-feira (22). Picciani disse que a solução para o estado é uma intervenção do governo federal ou o impeachment de Pezão. O governador declarou que está trabalhando no fechamento do ajuste do plano de recuperação fiscal do RJ com a União.
“Não vou comentar a opinião dele. É um presidente de um poder, e eu respeito. Estou dedicado a fechar um último ponto que falta para fechar o maior acordo de um ajuste na União, e falta muito pouco”, disse em mensagem ao apresentador Edmilson Ávila, do RJTV.
Pezão se reuniu na manhã desta quinta, no Palácio Guanabara, com uma comissão de representantes do Movimento Unificado dos Servidores do Estado (Muspe).
Após o encontro, o governador não deu declarações à imprensa. O deputado Edson Albertassi, líder do governo na Alerj, estava presente na reunião, mas também não fez comentários.
Na Assembleia Legislativa, o deputado Paulo Melo (PMDB) fez um rápido comentário sobre a entrevista de Picciani. Segundo ele, “é briga de família”. O deputado, que já foi secretário do governo Pezão, também negou que o partido tenha abandonado o governador.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/pezao-diz-que-esta-trabalhando-em-acordo-com-uniao-e-nao-vai-comentar-declaracao-de-picciani.ghtml

Compartilhe