Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Pezão sanciona lei que estabelece teto de gastos para os três poderes do RJ

Lei era última exigência para que RJ pudesse participar do regime de recuperação fiscal. A adesão ao programa, que pretende possibilitar o reequilíbrio das contas, ainda precisa ser homologada.

O governador Luiz Fernando Pezão sancionou sem vetos a lei que estabelece um limite para as despesas dos três poderes. O teto de gastos, como ficou conhecido, foi aprovado na última quinta-feira (29) pela Assembleia Lesgislativa (Alerj), era a última exigência para que o estado do Rio de Janeiro pudesse ingressar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) criado pelo governo federal para socorrer os estados que estão em dificuldades financeiras.
A adesão ao programa, que pretende reequilibrar as contas, ainda precisa ser homologada. O texto agora segue para Brasília, onde será firmado um convênio entre o estado e a União, com aval do presidente Michel Temer e do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.
Com a adesão ao RRF, o estado do Rio recebe aval federal para novas operações de crédito, que possibilitarão, segundo o próprio governador, que os salários do funcionalismo estadual sejam quitados até setembro. Atualmente, o governo deve aos servidores os salários de maio, junho e o 13º de 2016.
Com a lei sancionada, Alerj, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defesoria Pública e o próprio Executivo devem ajustar suas despesas de caráter obrigatório ao patamar dos gastos de 2015, reajustado em 15,27% – a soma dos gastos de todos os poderes em 2018 não poderá ultrapassar R$ 65 bilhões.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/pezao-sanciona-lei-que-estabelece-teto-de-gastos-para-os-tres-poderes-do-rj.ghtml

Compartilhe