Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

PROFISSIONAIS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COBRAM DOS

DEPUTADOS O APOIO AOS 36% DE REAJUSTE

O governador Sérgio Cabral enviou à Assembleia Legislativa (Alerj) o projeto de Lei nº 1.423, que prevê a incorporaçãoimediata das duas parcelas restantes da gratificação “Nova Escola” nos salários dos profissionais das escolas estaduais.Mas a medida pode representar entar uma ameaça às reivindicações de reajuste para a educação em 2012, já que entre asemendas incluídas no projeto pelos deputados da bancada governista estão propostas de reajustes de 4,5% para alguns setores, menos paras os professores da rede estadual, que ficariam sem reajuste salarial.

A categoria não vai aceitar um índice zero de reajuste em 2012, já que a incorporação do Nova Escola não é um reajuste. Por causa disto, o Sepe vai intensificar a mobilização para sensibilizar os deputados a incluírem emendas queatendam às reivindicações da campanha salarial da educação, iniciada em fevereiro deste ano.

Nesta terça-feira, 17 de abril, dia previsto para a votação do PL, o Sepe convoca a categoria para a Alerj paraacompanhar o andamento da votação e pressionar os deputados a garantirem as reivindicações da categoria: 36% de reajuste já; 1/3 de carga horária para atividades extraclasse, entre outras reivindicações. A educação estadual não aceita zero por cento de reajuste! (informações do Sepe-RJ)

Compartilhe