Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

Sindjustiça-RJ faz nova reunião com TJ-RJ e segue em defesa dos servidores atingidos pela ADI 3.782

Na tarde desta sexta-feira (28/08), mais um importante passo foi dado em continuidade à defesa das promoções e progressões dos servidores atingidos pela interpretação adotada pelo TJ-RJ da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3782. O Sindjustiça-RJ, representado pelos diretores Aurélio Lorenz e José Carlos Arruda, se reuniu com a juíza auxiliar da presidência, Dra. Eunice Haddad, e o diretor geral do DGPES, Gabriel Albuquerque. Os dirigentes sindicais reiteraram que a interpretação do TJ-RJ, traz, além dos prejuízos financeiros, danos psicológicos e emocionais a milhares de servidores que veem sua vida funcional ameaçada.

O sindicato cobrou, de forma ainda mais enfática, uma interpretação mais favorável aos servidores e pediu que a Administração reconsidere a medida e garanta as progressões e promoções dos servidores pelo menos até maio de 2020.

Também ficou acordado entre sindicato e Tribunal a republicação da lista de posicionamento da categoria divulgada em 15 de maio de 2020. Desta vez, o documento terá a identificação, com asterisco, de cada servidor atingido. O Sindjustiça-RJ trabalhou para que o TJ-RJ não exclua estes servidores da lista e nem faça a substituição em suas posições, preservando o direito à promoção até o julgamento do recurso administrativo no TJ e dos Embargos Declaratórios no Supremo.

Durante o encontro, o Sindjustiça-RJ reforçou a necessidade de uma audiência com o presidente do Tribunal, Claudio de Mello, para explicitar a dimensão do problema e cobrar comprometimento da atual gestão. Um grupo de servidores atingidos pela ADI, organizados pelo Sindjustiça-RJ em uma comissão, também se uniram aos diretores, no entanto, como não havia agendamento prévio, não foram autorizados a participar da reunião de hoje, tendo a direção sindical deixado registrado a importância de serem recebidos numa próxima oportunidade. Contudo, a juíza auxiliar se comprometeu a levar todos os pleitos ao presidente ainda no início da semana.

O Sindjustiça-RJ fará uma reunião presencial com a comissão dos atingidos pela ADI na próxima terça-feira, às 13h, observando as medidas protetivas sanitárias em prevenção à pandemia. O encontro acontecerá na sede do sindicato e será aberto a outros que queiram se somar ao grupo para direcionar e participar efetivamente dos próximos passos da luta.

As decisões sempre dependem da vontade política daqueles que têm o poder para tomá-las e é preciso mobilização e união junto às ações propostas pelo sindicato para alcançarmos os resultados desejados.

Os serventuários que desejarem verificar se serão atingidos pela ADI, devem acessar o site e consultarem por meio de seu número de matrícula.

Compartilhe