Skip to content

Sindjustiça-RJ faz nova reunião com TJ-RJ e segue em defesa dos servidores atingidos pela ADI 3.782

Na tarde desta sexta-feira (28/08), mais um importante passo foi dado em continuidade à defesa das promoções e progressões dos servidores atingidos pela interpretação adotada pelo TJ-RJ da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3782. O Sindjustiça-RJ, representado pelos diretores Aurélio Lorenz e José Carlos Arruda, se reuniu com a juíza auxiliar da presidência, Dra. Eunice Haddad, e o diretor geral do DGPES, Gabriel Albuquerque. Os dirigentes sindicais reiteraram que a interpretação do TJ-RJ, traz, além dos prejuízos financeiros, danos psicológicos e emocionais a milhares de servidores que veem sua vida funcional ameaçada.

O sindicato cobrou, de forma ainda mais enfática, uma interpretação mais favorável aos servidores e pediu que a Administração reconsidere a medida e garanta as progressões e promoções dos servidores pelo menos até maio de 2020.

Também ficou acordado entre sindicato e Tribunal a republicação da lista de posicionamento da categoria divulgada em 15 de maio de 2020. Desta vez, o documento terá a identificação, com asterisco, de cada servidor atingido. O Sindjustiça-RJ trabalhou para que o TJ-RJ não exclua estes servidores da lista e nem faça a substituição em suas posições, preservando o direito à promoção até o julgamento do recurso administrativo no TJ e dos Embargos Declaratórios no Supremo.

Durante o encontro, o Sindjustiça-RJ reforçou a necessidade de uma audiência com o presidente do Tribunal, Claudio de Mello, para explicitar a dimensão do problema e cobrar comprometimento da atual gestão. Um grupo de servidores atingidos pela ADI, organizados pelo Sindjustiça-RJ em uma comissão, também se uniram aos diretores, no entanto, como não havia agendamento prévio, não foram autorizados a participar da reunião de hoje, tendo a direção sindical deixado registrado a importância de serem recebidos numa próxima oportunidade. Contudo, a juíza auxiliar se comprometeu a levar todos os pleitos ao presidente ainda no início da semana.

O Sindjustiça-RJ fará uma reunião presencial com a comissão dos atingidos pela ADI na próxima terça-feira, às 13h, observando as medidas protetivas sanitárias em prevenção à pandemia. O encontro acontecerá na sede do sindicato e será aberto a outros que queiram se somar ao grupo para direcionar e participar efetivamente dos próximos passos da luta.

As decisões sempre dependem da vontade política daqueles que têm o poder para tomá-las e é preciso mobilização e união junto às ações propostas pelo sindicato para alcançarmos os resultados desejados.

Os serventuários que desejarem verificar se serão atingidos pela ADI, devem acessar o site e consultarem por meio de seu número de matrícula.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Comunicamos, com enorme tristeza, o falecimento da colega Priscilla Braga, ocorrido na manhã desta quinta, por complicações da Covid. Priscila estava lotada no Fórum da

VENDA DA LICENÇA TERMINA HOJE, 21

Termina hoje, 21 de maio, o prazo para venda da licença-prêmio! Por favor, compartilhem a informação e avisem aos colegas da serventia que estejam de

X