Sindjustiça RJ
Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

Sindjustiça-RJ promove reunião ampliada online neste sábado (27) para discutir a construção da greve

O Sindjustiça-RJ protocolou junto à Administração do TJ-RJ, sob o número SEI 2020-0638292, o ofício de comunicação da greve dentro dos prazos legais. O próximo passo do movimento será neste sábado (27), às 15 horas, com a reunião ampliada online para discutir os procedimentos de cada segmento da categoria para a construção da greve de trabalho presencial.

No encontro virtual, que será realizado por meio da plataforma Zoom, serão definidos procedimentos como assinatura de ponto de greve e comunicação às chefias.  Será um tipo de manual de greve.

Por se tratar de uma situação totalmente única e inédita não só para o sindicato, mas para toda a categoria, toda colaboração da base e dos delegados sindicais será extremamente importante para o desenvolvimento das estratégias de ação coletiva.

O movimento, aprovado nas assembleias online do Sindjustiça-RJ, manterá as atividades de trabalho em regime de home office, não promovendo o precoce retorno às atividades presenciais do TJ-RJ (estipulado para o dia 29 de junho no Ato Normativo 25). Assim, os serventuários seguirão com suas funções remotas do mesmo modo que estão executando desde o começo do regime de trabalho determinado com o início da pandemia da Covid-19.

É um movimento para preservar a saúde e a vida da categoria diante de uma crise sanitária que ainda não dá sinais de se encerrar.

Despacho do CNJ

No final da tarde desta sexta-feira (26), o Sindjustiça-RJ teve acesso ao despacho sobre a solicitação que o sindicato apresentou ao CNJ para que não haja retorno das atividades presenciais no TJ-RJ sem as devidas condições sanitárias e de segurança.

No documento, a conselheira Ivana Farina Navarrete Pena argumenta que os documentos apresentados pela Administração do TJ-RJ não são suficientes para concluir que as medidas atendem ao que foi estabelecido pela Resolução 322/2020 do próprio CNJ. No entendimento da relatora, o Tribunal não conseguiu comprovar que conseguirá atender às recomendações dos principais órgãos de Saúde e entidades como a OAB, o Ministério Público e a Defensoria Pública.

Por isso, a conselheira intimou o TJ-RJ a apresentar, em um prazo de 48 horas, todos os documentos desses órgãos e entidades que embasaram a construção do Ato Normativo Conjunto 25/2020.

 

Reunião ampliada para construção de greve

Data: 27/6 (sábado)

Horário: 15 horas

Endereço: https://zoom.us/j/96996985432ID da reunião: 969 9698 5432

 

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe
Open chat
1
Receba mais notícias por WhatsApp
X
X