Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

TRANSTORNO MENTAL AFASTA CADA VEZ MAIS TRABALHADORES

O afastamento de trabalhadores por transtornos mentais no País subiu 2% ano passado, atingido a marca de 12.337 casos, segundo revelou ontem o INSS. A elevação preocupa porque a alta ocorre ao mesmo tempo que o número de acidentes de trabalho apresentou redução de 7,2% entre 2008 e 2010, caindo de 755.980 ocorrências para 701.496. Os dados são do último Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho, documento produzido pelo INSS.

Os chamados transtornos mentais e comportamentais ocupam o terceiro lugar em quantidade de concessões de auxílios-doença acidentários pela Previdência, e acendem sinal de alerta para trabalhadores, profissionais de recursos humanos e empresários. Segundo o INSS, “dentro dos transtornos mentais e comportamentais, as doenças que mais afastaram os trabalhadores em 2011 foram episódios depressivos, outros transtornos ansiosos e reações ao estresse grave e transtornos de adaptação”.

O diretor do Departamento de Políticas de Saúde e Segurança Ocupacional da Previdência, Cid Pimentel, alerta para o fato de toda profissão conter um grau de estresse. “Até os profissionais do sexo sofrem com o estresse, afinal, essas pessoas trabalham com o prazer, mas não necessariamente o prazer delas próprias”, comenta. (com informações do jornal O Dia)

Compartilhe