Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

União dá aval a empréstimo de R$ 2,9 bilhões para o Rio de Janeiro

Informação foi divulgada pelo governador Pezão e pela Fazenda. Com liberação dos recursos, prevista para a próxima semana, estado pretende pagar salários atrasados dos servidores.

15/12/2017 17h28 Atualizado 15/12/2017 19h32

O governo federal deu aval, nesta sexta-feira (15), ao empréstimo de R$ 2,9 bilhões do banco BNP Paribas ao Rio de Janeiro para o estado pagar os salários atrasados dos servidores.

A informação foi divulgada pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) no Twitter e confirmada pelo Ministério da Fazenda.
O aval da União foi oficializado em um ato no Palácio do Planalto do qual participaram Pezão, o presidente Michel Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

De acordo com o governo do Rio, o contrato com o BNP Paribas foi firmado nesta quinta (14), mas faltava a assinatura da União.

Com o aval do governo federal ao empréstimo, os recursos deverão ser liberados em três dias úteis e serão usados para pagar os salários atrasados dos servidores ativos, inativos e pensionistas do Rio.

Como será o pagamento dos servidores

Nesta quinta (14), após reunião no Ministério da Fazenda, Luiz Fernando Pezão explicou que serão pagos, no primeiro momento:

13º salário de 2016

salário de outubro de 2017

Segundo Pezão, o 13º salário deste ano deverá ser quitado em janeiro de 2018.

Recuperação fiscal do estado

O aval da União ao empréstimo é fruto do acordo de recuperação fiscal assinado pelo estado com a União em setembro.
O acordo contempla um ajuste total de R$ 63 bilhões até o fim de 2020, mediante uma série de contrapartidas para reduzir gastos.

O acordo ainda suspendeu o pagamento da dívida do Rio com a União por até 36 meses.

R$ 200 milhões para a cidade do Rio

Também nesta sexta, a cidade do Rio de Janeiro e a Caixa Econômica Federal assinaram um empréstimo de R$ 200 milhões para o município reformar 150 escolas. A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto.

Segundo o prefeito, Marcelo Crivella, a expectativa é ter o dinheiro à disposição já na próxima terça (19). O empréstimo, acrescentou, terá dois anos de carência e será pago no prazo de 10 anos.

A Presidência informou que participaram do ato de assinatura do empréstimo o presidente Michel Temer, Marcelo Crivella, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o diretor da Caixa Antônio Gil Silveira.

FONTE: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/uniao-da-aval-a-emprestimo-de-r-29-bi-para-o-rio-de-janeiro-informa-pezao.ghtml

Compartilhe