Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

ALERTA!!!!

Colegas servidores e servidoras,

É preciso deixar claro que a proposta do Auxílio-Deslocamento é um item de nossa pauta de reivindicações. O sindicato apenas está elaborando projeto para encaminhar a Administração do TJRJ, a pedido do Corregedor, que se comprometeu em buscar essa demanda para nossa categoria. Isso deverá acontecer somente a partir da segunda quinzena de agosto, já que somente 50% da categoria encaminhou os valores gastos com passagens.

Fizemos reunião com a Fetranspor, que gerencia o Rio-Card, e eles nos disseram como funciona o projeto. O Rio-Card não cobre toda a área do Estado do Rio de Janeiro, e isso será um grande problema para quem mora no interior.

Não vamos dificultar a vida dos colegas que mais precisam do auxílio-transporte, pois sabemos que gastam muito mais com passagens. Mas existe a possibilidade do Rio-Card cobrir toda a área do estado do Rio de Janeiro, inclusive com direito a usar o cartão em posto de gasolina.

Eles estão aguardando uma próxima reunião com o sindicato e nos darão uma posição de quando isso será possível. Mas podemos pedir também que o Tribunal deposite os valores de gastos com passagens em nossa conta bancária, como acontece com o auxílio-saúde. Penso que isso será extremamente complicado, pois os valores das passagens de nossa categoria são variados.

O programa do Rio-Card é completo e nos daria um suporte necessário ao bom funcionamento. Acho que também deveríamos partir de um valor de R$ 120,00(cento e vinte reais) para todos, sem exceção. E quem gastar mais com passagens pediria o reembolso, com a obrigação da comprovação. Quanto a Legislação Federal, que versa sobre o vale-transporte, e que obriga cobrar 6% sobre o vencimento do trabalhador, o Tribunal pode ignorar e não cobrar da categoria. Isso foi dito pelos consultores da Fetranspor.

Mais uma vez queremos ressaltar que o projeto que estamos encaminhando à Administração do TJRJ está na pauta da Campanha Salarial de 2007, e não é, como alardearam os propagandistas da TERRA ARRASADA, uma já implementação do auxílio, e sim um projeto.

Não somos e nunca seremos um Departamento do Tribunal de Justiça. Somos um sindicato de Luta. Temos que acreditar no pensamento positivo e na força de nossa categoria em buscar soluções. É possível! Temos que exigir o que está na Constituição. Direito de todos, a luta é de todos!

Forte abraço. Wilson Dufles – diretor – (21) 9490-356.

Compartilhe