Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro

Histórico

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (Sindjustiça-RJ) surgiu oficialmente em 25 de janeiro de 1989, meses depois de a Constituição Federal garantir aos funcionários públicos o direito à sindicalização, negado durante a ditadura militar brasileira.

A oficialização do Sindjustiça-RJ, no entanto, foi precedida por um intenso período de lutas da categoria por melhores condições de trabalho no início da década de 1980.

O cenário era de declínio da ditadura militar, marcada pela perseguição ao movimento sindical e a qualquer organização da sociedade civil que ousasse reivindicar direitos. Diversos setores sociais estavam mobilizados em torno da formulação de um projeto de sociedade baseado em preceitos democráticos e inclusivos. Não foi diferente com a categoria dos servidores do Judiciário do Rio de Janeiro.

Logo em 1983, mesmo com uma legislação que sufocava qualquer indício de mobilização, a categoria deflagrou uma greve histórica responsável por conquistar grandes avanços.

Desse momento em diante, a atuação dos servidores se fortaleceu cada vez mais, até culminar na criação do Sindjustiça-RJ. Em greves, manifestações e articulações políticas, a mobilização da categoria foi responsável por conquistar, ao longo dos anos, direitos e avanços, entre eles reajustes e ganhos salariais, equiparação dos salários dos trabalhadores do interior e da capital, valorização dos aposentados e conquista de benefícios.

Ciente do caráter plural e complexo da sociedade, o Sindjustiça-RJ também fez questão de integrar mobilizações que envolviam o conjunto dos trabalhadores, e não apenas serventuárias e serventuários do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. As grandes lutas contra o arrocho salarial, de contestação do projeto neoliberal, pela preservação dos pilares democráticos e contra as reformas nefastas para os trabalhadores contaram com a participação ativa do sindicato.

Missão e atribuições

A missão do Sindjustiça-RJ é representar e unir todos os servidores do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro na defesa de seus interesses trabalhistas e sociais. Essa missão está expressa também nas atribuições do sindicato, presentes em seu estatuto. Entre elas, estão:

  • Buscar soluções para os problemas enfrentados pela categoria;
  • Lutar por melhorias nas condições de trabalho e de vida;
  • Incentivar o aprimoramento social, cultural, esportivo, intelectual e profissional da base;
  • Realizar espaços e eventos de organização e conscientização da categoria;
  • Representar e defender os interesses da categoria diante de autoridades administrativas e judiciárias;
  • Celebrar acordos coletivos de trabalho e instaurar dissídios coletivos.

As vitórias dependem de luta e mobilização. Somente a ação política e organizada pode melhorar a vida dos trabalhadores. Como a própria história do Sindjustiça-RJ mostra, as soluções coletivas são sempre mais efetivas.

Acreditar nisso fortalece a esperança em um futuro cada vez melhor para a categoria.