Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

AUMENTO DO JUDICIÁRIO: SERVENTUÁRIOS SE MOVIMENTAM

Categoria busca apoio de deputados e do próprio Executivo para definir data de votação do projeto de reajuste salarial. Greve não está descartada, caso não haja uma solução até a próxima segunda-feira

Acontecem hoje (23) mais duas reuniões que podem definir a data de votação do reajuste dos serventuários da Justiça. A primeira delas será entre o líder do governo na Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB), e o governador Sérgio Cabral. A outra vai contar com a presença do secretário de Fazenda, Joaquim Levy, que vai conversar com uma comissão de magistrados criada especialmente para aliviar o clima de tensão entre Executivo e Judiciário por causa do reajuste da Justiça.

Ontem, serventuários conversaram com deputados na Alerj e protestaram nas escadarias da Casa, pedindo a definição de data para a votação do projeto, que prevê reajustes de 9,77% para este ano e de 9,98%, em 2008. A matéria chegou a entrar na ordem do dia, em 2 de agosto, mas recebeu emendas, foi retirada da pauta e até agora está sem data para votação.

O Executivo demonstrou preocupação com o impacto que esse reajuste teria no orçamento. A justificativa não foi aceita pelos serventuários, que tinham acertado previamente os índices com a presidência do TJ.

Na segunda-feira, os servidores da Justiça voltarão a conversar com o presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB). Em seguida, farão assembléia. Caso as reuniões não surtam o efeito desejado, a categoria poderá entrar em greve.

Fonte: O Dia

Compartilhe