Skip to content

Discussões do pacote de Pezão na Alerj terminam com 722 emendas

Assembleia foi palco de protestos de servidores nas últimas semanas

Servidores fizeram protestos desde que Assembleia começou a discutir o projetoJOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
O pacote de 22 projetos de lei do governo do Rio enviados à Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) para tentar reverter a crise financeira do Estado não deve chegar intacto às sessões de votação na próxima semana. Com 722 emendas de deputados estaduais e a “perda” de nove projetos, o pacote foi alvo de críticas de sindicatos de servidores, que fizeram diversas manifestações em frente a Assembleia nas últimas semanas. Agora, restaram 13.

Dos nove projetos que não serão mais votados, o mais polêmico aumentava a contribuição previdenciária dos servidores de 16% para 30%. Ele foi o primeiro a ser devolvido pelo presidente da Assembleia, Jorge Picciani (PMDB), parceiro do governo estadual. Outros sete projetos previam extinção de institutos estaduais, mas também foram devolvidos, e outro foi suspenso por decisão do Tribunal de Justiça.

Os projetos que tiveram mais emendas parlamentares foram o que aumenta, de forma definitiva, a contribuição previdência de 11% para 14%, com 106 propostas, e o que muda as regras do Bilhete Único.
O presidente da Alerj, deputado Jorge Picciani (PMDB), também anunciou nesta terça que a votação dos projetos de lei referentes ao pacote de ajuste fiscal começa no dia 6 de dezembro. De acordo com a Alerj, as votações serão divididas entre os dias 6, 7, 8, 12, 13, 14 e 15 do próximo mês. A Alerj deve divulgar a ordem de votação dos projetos nesta sexta-feira (2).

FONTE: http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/discussoes-do-pacote-de-pezao-na-alerj-terminam-com-722-emendas-01122016

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento de Maria Auxiliadora Rio Doce. Maria trabalhava como escrevente juramentada no 18º oficio de notas. O velório será neste

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento da nossa colega Mônica Vasconcellos Santos, que era lotada na comarca de Niterói. O velório e o sepultamento serão