Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

EM GREVE, OPERÁRIOS DO MARACANÃ PROMETEM PASSEATA NESTA TERÇA, DIA 13

Parados há mais de uma semana, os 2.200 trabalhadores que tocam a reforma do Maracanã prometem dar uma volta olímpica no estádio nesta terça-feira, 13 de setembro. O giro será um protesto contra o que chamam de descaso das empresas em relação à greve que teve início no último dia 4.

O objetivo da manifestação é reforçar os argumentos que justificam a legitimidade da greve. Na próxima segunda, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada Intermunicipal do Rio de Janeiro (Sitraicp) deve apresentar ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) fluminense a defesa da paralisação. Isso porque o Consórcio Maracanã Rio 2014 (Odebrecht, Andrade Gutierrez e Delta) considera a greve abusiva e quer que o TRT encerre a paralisação. Na última segunda-feira (5), uma audiência realizada no tribunal terminou sem acordo e os juízes deram prazo de cinco dias úteis para a apresentação das defesas.

Segundo o diretor do sindicato, Romildo Vieira, os operários estão revoltados com inflexibilidade do consórcio, que só negociou por meio judicial. “O consórcio não está dando valor ao trabalhador, não está pensando na comida estragada servida, nas condições ruins de trabalho dos operários. Estamos fazendo nossas assembleias todos os dias e nada de negociação”, disse.

Os operários reivindicam melhores condições de trabalho, presença de nutricionista e médico no turno da noite, troca da empresa que fornece a alimentação, melhoria na refeição e pagamento imediato da cesta básica de R$ 180. Segundo os operários, as empresas fornecem comida estragada. (com informações do Portal Copa 2014)

Compartilhe