Skip to content

GREVE DA SAÚDE FEDERAL TEM ASSEMBLEIA NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA

Os profissionais de saúde dos hospitais federais do Rio seguem em greve e fazem assembleia geral na próxima terça-feira (11/3). O movimento se ampliou com a adesão, na quinta-feira (27), dos servidores de quatro unidades do Instituto Nacional do Câncer (Inca), que entraram na briga pela manutenção do direito às 30 horas de trabalho semanal, jornada histórica da categoria que o governo tenta cortar. Pelo duplo vínculo e contra a privatização dos hospitais, que o governo Dilma (PT) pretende fazer através da contratação de terceirizadas pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

O movimento já conseguiu uma série de vitórias, entre elas, obrigar o governo, através do Ministério da Saúde, a negociar. Serão dados informes sobre as negociações e aprovados os próximos passos da luta. A próxima assembleia geral, na terça-feira (11), está prevista para começar às 15 horas.

A greve foi mantida porque a última assembleia se avaliou que a portaria editada pelo Ministério da Saúde para tratar do turno ininterrupto e das 30 horas, uma conquista do movimento, ainda é excludente: não contempla todos os servidores dos hospitais, exclui o Inca e o Nerj e não menciona os cedidos aos municípios. Além disso, avaliou-se, concede poderes excessivos aos diretores das unidades, a quem caberia em última instância definir o enquadramento de boa parte dos servidores nas 30 horas ou não. A luta da saúde também defende a suspensão do ponto eletrônico, condições dignas de trabalho, o fim do processo de privatização e a reestruturação salarial.

MOBILIZAÇÃO NO INCA — Todos os servidores da saúde federal estão sendo convocados a participar da assembleia de terça: dos hospitais, dos institutos, do Nerj e os cedidos a municípios. A participação nas atividades da greve nas unidades deve ser intensificada nos próximos dias. O objetivo é fortalecer o movimento, que entra em fase decisiva, para forçar o avanço nas negociações.

Para segunda-feira (10), os servidores do Inca pretendem fazer uma grande manifestação na porta da unidade ao lado da Rodoviária (HC-2), a partir das 10 horas. No dia seguinte, 11 de março, eles fazem assembleia no HC-1, na Cruz Vermelha, às 11 horas. De lá, por volta das 14 horas, pretendem sair em passeata até a sede do Sindsprev para participar da assembleia geral da saúde federal. Os trabalhadores de todas as unidades do Inca devem participar da concentração para passeata no HC-1. (informações do Sindsprev-RJ)

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

X