Skip to content

NO DIA EM QUE EXPULSA FAMÍLIAS DE OCUPAÇÃO, JUSTIÇA GARANTE R$ 4 MIL DE AUXÍLIO-MORADIA A JUÍZES

Isto é Brasil: a mesma Justiça que expulsa de uma ocupação famílias que não têm nada (nem um teto para morar), concede mais um gordo benefício para juízes que recebem salários de até R$ 24 mil.

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou um auxílio-moradia no valor de R$ 4.377,73 aos juízes federais que não possuem residência oficial no local em que trabalham.

A decisão, tomada em caráter liminar, foi dada pelo ministro Luiz Fux, que destacou: “Inúmeros juízes de direito e promotores de justiça já percebem (recebem) o referido direito, e em razão, também, da simetria entre as carreiras, defiro a tutela antecipada requerida, a fim de que todos os juízes federais brasileiros tenham o direito de receber a parcela de caráter indenizatório prevista no artigo 65, inciso II, da LC nº 35/79”.

A medida que beneficia os juízes foi aprovada nesta segunda-feira (15), no mesmo dia em que a Polícia Militar cumpriu ordem judicial para despejar 200 famílias de um prédio no centro de São Paulo.

A ação foi muito violenta. Bombas e balas de borracha foram usadas pelos policiais diante da resistência das famílias que ocupavam o imóvel, antes abandonado. O saldo foi mais de 70 pessoas detidas e muitos feridos, entre mulheres, crianças e idosos.

No Brasil, são milhares de famílias que não têm onde morar. Só no estado de São Paulo são 130 mil famílias sem teto. O mais grave é que não faltam casas desocupadas para abrigar essa população: só em São Paulo são, 290 mil imóveis vazios. (informações da CSP-Conlutas)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento de Maria Auxiliadora Rio Doce. Maria trabalhava como escrevente juramentada no 18º oficio de notas. O velório será neste

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento da nossa colega Mônica Vasconcellos Santos, que era lotada na comarca de Niterói. O velório e o sepultamento serão