Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

[NOTA DE GREVE 5]

💬 Dando continuidade às atividades da nossa greve de trabalho presencial, o Sindjustiça-RJ e o Comando de Greve realizarão nesta sexta-feira (3), às 15 horas, uma reunião ampliada com toda a categoria.

📲 A participação será pelo aplicativo ZOOM. Basta acessar este link:
https://zoom.us/j/91074400098

__________________________________

🖊️ O Sindjustiça-RJ está buscando uma assessoria técnica para reforçar nossas ações e nos dar suporte nas alegações das condições sanitárias.

__________________________________

⚖️ O procedimento de controle administrativo que apresentamos ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no qual pedimos a revisão/descontinuação do Ato Normativo Conjunto 25/2020 do TJ-RJ (que estabeleceu as normas para a retomada das atividades presenciais no Judiciário fluminense) foi incluído na pauta virtual desta sexta-feira (3).

🕑 Às 14 horas a relatora publica seu voto. Os demais membros do CNJ terão até às 17h para apresentarem cada voto. É uma sessão virtual, mas não é em videoconferência. Não há presença e nem debate.

__________________________________

 

💬 O requerimento administrativo para a instalação de uma mesa de negociação, que protocolamos junto ao TJ-RJ no dia 30/6, cujo processo leva o número 0639232, permaneceu parado hoje durante o dia todo no gabinete do juiz auxiliar da Presidência, aguardando despacho.

 

🗣️ Estamos recebendo novas denúncias:

😷 Há fóruns onde a quantidade de máscaras e face shields é insuficiente. Segundo relatos, as serventias que chegaram primeiro conseguiram pegar os EPIs, outras serventias teriam ficado sem.

😮 Continuam chegando denúncias de que alguns servidores se recusam a utilizar máscaras nos locais de trabalho. Acreditar ou não nos efeitos da pandemia é direito de cada um, tomar atitude para preservar a própria vida também, assim como aderir ou não à greve de trabalho presencial por este motivo, mas colocar a vida de outras pessoas em risco não pode! 👎

👁️‍ É obrigação do Tribunal fiscalizar cada local de trabalho e tomar providências para que as normas sanitárias determinadas sejam cumpridas, para que os riscos à saúde e à vida das pessoas não sejam ainda maiores. A situação do Fórum de S. J. de Meriti, onde 3 colegas estavam contaminados (mas sem sintomas), comprova que não há como ter segurança plena.

 

Compartilhe