Sindjustiça RJ
Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

[Nota Sindjustiça-RJ 38]

💬 Conforme noticiamos antes, participamos hoje de parte da reunião realizada entre a Administração do TJ-RJ e a infectologista Danielli Borghi, capitã médica dos Bombeiros e coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Copa Star, para fazer uma análise do quadro sanitário causado pela pandemia do Coronavírus e seus reflexos na retomada das atividades presenciais do Tribunal.

😒 A médica entende que não houve alteração significativa na situação que acarrete a mudança das bandeiras fixadas pela Secretaria Estadual de Saúde (o que justificaria medidas mais drásticas).

🚫 Insistimos na não implementação da terceira fase, a partir da segunda-feira (27), pois achamos temerário começar agora o atendimento ao público.

🤔 Entendemos que, caso não haja um recuo ou adiamento (mesmo que por alguns dias), o Tribunal pode estar contribuindo para aumentar a curva de contágio, já que a única medida eficaz no momento para evitar a contaminação é o isolamento social.

⛔ Deixamos claro também que submeter os trabalhadores do Judiciário a um grau maior de exposição (com a presença do público em geral nos Fóruns) é temerário e, em certa medida, irresponsável da parte da alta Administração, visto que o próprio Ato 25 já prevê adiamento de fases ou até mesmo o recua para fases anteriores.

💭 Esperamos bom senso, já que a curva de contágio vem subindo nos últimos dias de forma preocupante, em razão de flexibilizações desconectadas nos números e das recomendações de organismos de saúde confiáveis e renomados.

😶 Por enquanto, a Administração não anunciou sua decisão sobre o nosso pleito para rever o planejamento da retomada.

✋ Recuamos na greve para mostrar responsabilidade social com os jurisdicionados e com a advocacia, contudo a preservação da vida dos nossos trabalhadores vem na frente. Seremos intransigentes nessa defesa e esperamos nesse momento que a alta Administração do TJ-RJ, no mínimo, cuide dos seus e também da população, que ficará mais exposta.

☠️ O Brasil ultrapassou a marca de 85 mil mortos e mais de 2 milhões e 300 mil casos confirmados. O estado do Rio de Janeiro tem o segundo pior quadro do país. As decisões deveriam estar sendo tomadas com a responsabilidade de contribuir para reduzir essa pandemia e controlar essa situação, que está ficando cada vez mais alarmante. Não é razoável o TJ-RJ colocar em risco seus próprios trabalhadores para se buscar qualquer outro número que não venha a contribuir para reduzir a disseminação desse vírus tão letal.

___________________

📋 Continuamos colhendo as denúncias enviadas pela categoria sobre situações em que as normas do ATO 25 não estão sendo respeitadas: https://forms.gle/nYtYjdYNLSPQvhTL9

❗ Essas informações são fundamentais para que possamos agir e cobrar da Administração a efetivação das medidas de segurança sanitária.

Compartilhe
Open chat
1
Receba mais notícias por WhatsApp
X
X