Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Pezão admite necessidade de outra operação de crédito para colocar salários em dia

16/12/17

Não será dessa vez que o governo do estado vai pôr os salários dos servidores em dia. A promessa de que o empréstimo de R$ 2,9 bilhões — que terá como garantia as ações da Cedae — seria suficiente para bancar as folhas de outubro e novembro, o 13º de 2016 e mais gratificações, caiu por terra.
Nesta sexta-feira, antes mesmo de assinar o aval para o empréstimo, o governador confirmou que só pagará, na próxima semana, o mês de outubro e o abono natalino do ano passado. Os vencimentos de novembro e o 13º deste ano terão de esperar. E esse não foi o pior recado dado por Luiz Fernando Pezão.
O governador reconheceu que precisará de outra operação de crédito para tentar botar as contas em dia. Em janeiro do ano que vem, o governo estadual vai ao mercado na tentativa de antecipar receitas de royalties do petróleo. A intenção é receber US$ 500 milhões, algo em torno de R$ 1,6 bilhão.
— Já começamos a fazer (a operação) há muito tempo. Está no final. É que os bancos no exterior fecham agora para balanço, e voltam no dia 6 (de janeiro) — disse.
Pezão reconheceu que somente com essa operação será possível pagar o 13º salário de 2017, e explicou que a transação não precisa do aval da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).
— A previsibilidade vai ser mantida, com muita dureza.

FONTE: https://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/pezao-admite-necessidade-de-outra-operacao-de-credito-para-colocar-salarios-em-dia-rv1-1-22199302.html

Compartilhe