Skip to content

RIO ENTRA EM ESTÁGIO DE ATENÇÃO POR CAUSA DA CHUVA

O município do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 15h de hoje (10) por causa da possibilidade de chuvas moderadas e, ocasionalmente, fortes, nas zonas sul e norte, no centro, e na Barra da Tijuca e em Jacarepaguá, na zona oeste. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, instabilidades associadas ao transporte de umidade do mar para o continente devem provocar as precipitações.

O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de quatro. Para as próximas horas, a prefeitura recomenda que a população permaneça ou procure um local seguro e evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos. Se houver ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, o recomendável é evitar ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas.

A prefeitura orienta ainda que os moradores verifiquem se há sinais de rachaduras nas residências. Se perceberem trincas ou abalos na estrutura, a recomendação é entrar em contato com a Defesa Civil pelo número 199 e evitar ficar em casa.

Quem morar em áreas de risco deve ficar atento aos alertas sonoros, porque o acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. Neste caso, as pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.

A prefeitura também pede que, nesses casos, a população não deixe o lixo nos pontos de coleta, porque a água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias. Em casos de emergências, a população pode ligar para o Corpo de Bombeiros no número 193, Defesa Civil, no 199, ou para a Central de Atendimento da Prefeitura, no número 1746. (informações da Agência Brasil)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento de Maria Auxiliadora Rio Doce. Maria trabalhava como escrevente juramentada no 18º oficio de notas. O velório será neste

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento da nossa colega Mônica Vasconcellos Santos, que era lotada na comarca de Niterói. O velório e o sepultamento serão