Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Rio tem protesto contra reforma da Previdência e terceirização

Manifestantes começaram a se concentrar na Candelária, no Centro da cidade. Por volta das 17h30, Avenida Presidente Vargas foi interditada e serviço do VLT suspenso.

Por volta das 17h, manifestantes começaram a se concentrar na Candelária, Centro do Rio, em ato contra as reformas da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer.
Em seguida, eles caminharam pela Avenida Rio Branco até a Cinelândia. De acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), 15 mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar não divulgou a estimativa de público presente ao ato.

Convocados por centrais sindicais e movimentos sociais eles também se manifestam contra o projeto de terceirização, aprovado na Câmara na última semana.

Em uma das “alas” do protesto as pessoas erguem placas com fotos de parlamentares do Rio que votaram pela terceirização no Congresso Nacional. Uma faixa chama os deputados de traidores dos trabalhadores.

Participam do ato a Central Única dos Trabalhadores e dos Trabalhadores do Brasil; Brigadas Populares; Movimento Unificado dos Servidores Públicos (Muspe); Frente Brasil Popular entre outras.

A Avenida Presidente Vargas, na altura da Candelária, sentido Praça Mauá foi interditada por volta das 17h30. A passeata seguiu pela Avenida Rio Branco que também foi fechada, segundo o Centro de Operações da Prefeitura.

A circulação do VLT foi interrompida e policiais militares acompanhavam a caminhada que seguia pacífica até a Cinelândia.
Em uma das “alas” do protesto as pessoas erguem placas com fotos de parlamentares do Rio que votaram pela terceirização no Congresso Nacional. Uma faixa chama os deputados de traidores dos trabalhadores

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/rio-tem-protesto-contra-reforma-da-previdencia-e-terceirizacao.ghtml

Compartilhe