Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

SERVIDORES DO ESTADO LANÇAM CAMPANHA SALARIAL UNIFICADA

Numa manifestação convocada pelo Movimento Unificado dos Servidores do Estado (Muspe), na última quarta-feira (13/05), em frente à Secretaria de Planejamento, na Avenida Erasmo Braga, cerca de 2 mil servidores lançaram a Campanha Salarial Unificada do Funcionalismo do Estado. Os manifestantes exigiram ser recebidos pelo secretário de Planejamento, Sérgio Rui Barbosa, cuja assessoria informou estar “almoçando” naquele momento (13h30).

A pressão dos servidores, no entanto, fez com que uma comissão de sindicalistas fosse recebida pelo subsecretário Luiz Capela. Participaram do encontro, Júlio Tavares, do Sindsprev/RJ; Maria Beatriz, do Sepe; Elias José e André Amorim, dos Metroviários; Jorge Darzi, do Sinmed; e Márcio Silva, da Apefaetec. O encontro durou pouco mais de uma hora e, nele, os dirigentes sindicais reivindicaram: audiência imediata com o secretário de Planejamento, com a criação de mesas de negociação específicas por setor.

Segundo a avaliação de Júlio Tavares sobre a conversa com Capela, ficou claro que o governo pretende mudar de tática e passar a usar a desculpa dos efeitos da crise financeira internacional sobre a arrecadação como uma nova alegação para não atender às reivindicações. No ano passado, a desculpa era outra, o tamanho da folha de pagamentos, que não poderá ser repetida este ano já que dados oficiais informam que o gasto com salários do governo do estado do Rio é o menor de todo o país, apenas 24% da receita.

Na audiência com o subsecretário, os sindicalistas criticaram o governo pelo descumprimento das promessas de valorização dos servidores e fortalecimento do serviço público, entre outras, feitas na campanha eleitoral e não cumpridas. Para Júlio Tavares, é hora de todo o funcionalismo estadual mostrar a sua indignação com o governo Cabral, aumentar a sua participação na campanha com grandes manifestações que culminem com uma greve geral no estado. “Só nossa força e unidade vai conseguir arrancar do governo nossas reivindicações”, disse. (informações do Sindsprev/RJ)

Compartilhe