Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

SERVIDORES DO JUDICIÁRIO FEDERAL CRUZAM OS BRAÇOS NO DIA 6 DE DEZEMBRO

Os servidores do Judiciário Federal que participaram ontem (1/12) da paralisação de 24 horas pela aprovação do PCS definiram em assembleia que cruzarão os braços mais uma vez na próxima terça-feira (6). Na Justiça do Trabalho ficou decidido também parar as atividades no dia 14, seguindo o ato que acontecerá em Brasília promovido pela Fenajufe.

Durante a mobilização do dia 6 os servidores do TRF decidirão pela adesão à paralisação do dia 14. Já na Justiça Federal a assembleia acontece às 16h, com apresentação da TV Sindical. A Justiça Eleitoral continua em greve e fará uma assembleia no mesmo dia às 16h30.
Durante a atividade de ontem, que teve uma boa adesão da categoria, muitos os servidores vestiram preto e protestaram contra a falta de articulação para fechar um acordo orçamentário necessário à aprovação da revisão salarial.Varas do Trabalho da capital fecharam, inclusive os setores de distribuição e protocolo, causando a suspensão dos prazos processuais por parte do tribunal. As varas Federais (24ª e 26ª) de Caruaru também param as atividades. Nacionalmente a greve em defesa da aprovação do PL 6613/09 atinge 19 estados.

Apesar da posição negativa do Palácio do Planalto em negociar a previsão orçamentária dos PCS e acatar a emenda na LOA de 2012 — aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara na semana passada —, a categoria pode conseguir que o projeto seja aprovado no Congresso Nacional ainda este ano. Por isso, além da mobilização nos estados, os sindicatos (incluindo o Sintrajuf/PE) estão enviando semanalmente delegações a Brasília para pressionar os parlamentares.

Nos dias 6 a 8 as pressões continuam no Congresso Nacional, centrando forças nas lideranças partidárias da Comissão Mista de Orçamento (CMO). O relator geral da LOA, Arlindo Chináglia, após apresentados os relatórios setoriais até o dia 8, terá até o dia 19 para elaborar o parecer final da proposta orçamentária. Por isso, a categoria precisa entender que é necessário fortalecer a mobilização nesse momento. (informações do Sintrajup/PE)

Compartilhe