Skip to content

Sindjustiça-RJ abre consulta sobre depósito da primeira parcela do 13º

O Governo do Estado do Rio de Janeiro publicou, no Diário Oficial da segunda-feira (27), um decreto que prevê a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos servidores do Executivo para o mês de seus respectivos aniversários.

A divulgação do decreto gerou uma série de dúvidas entre os serventuários, que entraram em contato com o Sindjustiça-RJ perguntando se a regra se aplica aos servidores do Poder Judiciário.

O sindicato esclarece que o decreto não atinge os serventuários, tendo validade somente para os funcionários públicos do Poder Executivo. No Judiciário, a dinâmica vigente hoje em dia prevê o depósito da primeira parcela do 13º salário em julho e a segunda em dezembro.

O sindicato, no entanto, tomou conhecimento de uma requerimento enviado ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) solicitando que o depósito da primeira parcela dos serventuários seja feita de forma similar à dos servidores do Executivo, na data do aniversário.

Em resposta, a diretoria do Sindjustiça-RJ oficiou o presidente do TJRJ, Claudio de Mello Tavares, ressaltando, em primeiro lugar, que uma solicitação dessa natureza não cabe à Amaerj, já que ela não é a entidade representativa dos serventuários.

O documento também aponta que qualquer mudança nesse sentido precisa ser feita com amplo debate entre os mais interessados – os serventuários – e por meio da entidade que os representa – o Sindjustiça-RJ.

“Nossa preocupação é que o adiantamento do 13º salário conforme o mês de aniversário beneficia apenas àqueles que comemoram no início do ano. Já quem faz aniversário no segundo semestre ou mais para o final do ano, acaba sendo prejudicado. Por isso que a forma como o pagamento é feito atualmente – com a primeira parcela em julho e a segunda parcela em dezembro – acaba sendo mais justo, além de nunca ter sido um problema para a nossa categoria”, pondera o diretor-geral do Sindjustiça-RJ, Aurélio Lorenz.

Nesse sentido, a diretoria organizou uma consulta com os serventuários para identificar como a categoria prefere receber a primeira parcela do 13º salário.

Os servidores têm até o dia 07/02/2020 para participar e o resultado da votação será analisado pelo Conselho de Delegados Sindicais no dia 08/02/2020.

[poll id=”4″]

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

COGEN – ABERTURA DE INSCRIÇÃO

Em atendimento ao deliberado na reunião do COGEN – Comitê de promoção da Igualdade de Gênero e de Apoio aos Magistrados e Servidores, o Sind-Justiça

X