Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

ADVOGADOS NÃO ESTÃO PRONTOS PARA PROCESSO DIGITAL

Nove de cada dez advogados não se sentem preparados para atuar no processo eletrônico. A revelação veio de uma enquete aberta no site da seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil, em agosto do ano passado. Entre os motivos para o despreparo, está a falta de cursos e informações, segundo a Associação dos Advogados Trabalhistas do Paraná (AATPR).

Para Marco Antônio Villatore, presidente da AATPR, apesar da informatização da Justiça ser gradual, para que os advogados possam ir se adaptando ao sistema, ainda se faz necessário mais debates e treinamentos específicos. “Tudo o que é novo gera muitas ressalvas. Todos os juristas sabem e entendem a importância da aplicação de tecnologias para a expansão do Direito e agilização do processo, uma vez que é uma maneira eficiente, prática e inteligente de gerenciar os trabalhos”, comenta.

Para ele, o que falta é entender mais profundamente como utilizar estas fermentas. Afinal, não se trata mais de escolher o meio, papel ou virtual. O virtual é imprescindível, uma vez que o Conselho Nacional de Justiça está tornando obrigatória, aos poucos, a virtualização. (com informações do Consultor Jurídico)

Compartilhe