Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Alerj discute último projeto antes de votar medidas do Governo do RJ

Proposta do duodécimo será discutida nesta quarta-feira (30). Projeto pode mudar forma como o Executivo repassa recursos a outros poderes.

Já na próxima semana, a Assembleia Legislativa do RJ pretende começar a votar as medidas de austeridade enviadas pelo governo do estado para sanear as contas do públicas, garantiu o presidente da Casa, Jorge Picciani. Nesta quarta-feira (30), ocorre, a partir das 15h, a última discussão de projeto de lei enviado pelo Executivo, referente a repasses de duodécimos.

Os duodécimos nada mais são do que os repasses de recursos que o Executivo precisa fazer para os outros poderes: Legislativo e Judiciário. O que o projeto enviado pelo governo à Alerj propõe é que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deixe de estabelecer um valor fixo mensal para esses repasses, como é feito hoje. O objetivo é limitar os percentuais dos outros poderes em relação à Receita Corrente Líquida do estado.

Passível de emendas dos parlamentares, o projeto determina que a regra (se aprovada) passa a valer em 2018, e que será elaborada pelo Executivo e encaminhada à Alerj já em 2017. Depois de ser votada e caso passe, o projeto de lei ainda estará sujeito a análise das emendas pelo colégio dos líderes dos partidos.

Tumulto

Na terça-feira, manifestantes de várias categorias se reuniram na porta da Alerj e fizeram um novo protesto. Houve princípio de confusão no local depois que alguns servidores tentaram derrubar a grade e tacaram pedras. A PM usou spray de pimenta para conter os manifestantes, que também cercaram o Paço Imperial. Um orador no carro de som estimulava manifestantes a invadir a Alerj.

Outro tumulto também aconteceu entre manifestantes e guardas municipais, depois que os agentes supostamente apreenderam o material de um ambulantes. Um grupo grande de manifestantes caminhou em direção aos guardas, que tiveram que recuar.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/alerj-discute-ultimo-projeto-antes-de-votar-medidas-do-governo-do-rj.ghtml

Compartilhe