Skip to content

AMAERJ DIZ QUE CONFIA EM JUÍZES ALVO DO CNJ

A Amaerj (Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro) afirmou ontem, em nota, que “confia na idoneidade dos juízes citados” nas denúncias de supostos favorecimentos de amigos e parentes de magistrados nas nomeações como administradores judiciais de massas falidas. As denúncias foram publicadas em reportagem domingo (25/11) no jornal O Globo.

Ontem (27) o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) determinou abertura de sindicância para apurar o caso. Ainda na nota, a Amaerj afirmou ter “absoluta certeza” de que os juízes fizeram nomeações respeitando a lei. “A entidade defende a mais absoluta lisura no exercício da magistratura, sendo a maior interessada na apuração dos fatos até as últimas consequências”, disse o texto.

O CNJ quer apurar a suspeita de irregularidades cometidas por administradores judiciais para tentar prolongar os procedimentos de liquidação para aumentar o lucro por eles obtidos com a administração das massas falidas. O conselho também irá investigar o suposto favorecimento de licitação na construção de prédio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, vencida pela Delta. (informações do jornal Folha de S. Paulo)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento de Maria Auxiliadora Rio Doce. Maria trabalhava como escrevente juramentada no 18º oficio de notas. O velório será neste

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento da nossa colega Mônica Vasconcellos Santos, que era lotada na comarca de Niterói. O velório e o sepultamento serão