Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

DEFESA CIVIL CONTABILIZA MAIS DE 12 MIL DESALOJADOS E 3 MIL DESABRIGADOS NAS REGIÕES NORTE E NOROESTE FLUMINENSE

Os desabrigados e desalojados nas regiões norte e noroeste do estado vem subindo devido à cheia dos rios que nascem em Minas Gerais e cortam os municípios fluminenses, como é o caso dos rios Muriaé e Paraíba do Sul. Balanço da Secretaria Estadual de Defesa Civil divulgado agora à noite, as regiões norte noroeste do estado contabilizam 12.233 desalojados com 3.340 desabrigados, em 14 municípios.

O número de mortos subiu para 19, com as cinco vítimas da mesma família encontradas ontem (11/01) à tarde em Jamapará, distrito de Sapucaia. Eles tentaram se abrigar no Fusca da família, na madrugada do dia 9, quando forte chuva atingiu a região. O carro foi arrastado pela avalanche de pedras e terra e ficou sob os escombros. Sapucaia tem agora 18 mortos e Laje do Muriaé.

Equipes do Corpo de Bombeiros continuam com as buscas em Jamapará à procura de outras seis pessoas que estariam soterradas, com o desabamento de oito casas, de acordo com relato de parentes dos desaparecidos.

Segundo o relatório da Defesa Civil, o município com maior número de desabrigados e desalojados é Cardoso Moreira, na região norte, que contabiliza 4.004 pessoas desalojadas e 1.368 desabrigadas.

Em Campos dos Goytacazes, também na região norte fluminense, há 3.884 desalojados em consequência da chuva, com 1.028 desabrigados. (informações da Agência Brasil)

Compartilhe