Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

DEPUTADO PROPÕE REJEIÇÃO DO PLP QUE CONGELA SALÁRIOS DOS SERVIDORES

Os servidores públicos deram um importante passo na luta contra o congelamento, previsto no PLP 549/09. O relator do projeto na CTASP (Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados), Luis Carlos Busato (PTB-RS), pediu a palavra para fazer a entrega oficial do seu relatório sobre a matéria e declarou aos membros daquela comissão que seu parecer é pela rejeição integral do projeto.

“A pressão sobre os parlamentares, combinada com as lutas de diferentes setores do funcionalismo, surtiu efeito”, avaliou Paulo Barela, da direção da Conlutas e da Cnesf (Coordenação Nacional de Entidades de Servidores Federais). Estas entidades, junto com outras que representam servidores públicos, estiveram na CTASP na quarta-feira, dia 5, com uma grande faixa: “Contra o desmonte do serviço Público. Não ao PLP 549/09!”.

O sindicalista explica que a tentativa de congelamento dos salários dos servidores e do serviço público em geral é uma medida preventiva às conseqüências da crise econômica. “O projeto que havia sido aprovado no Senado ao final do ano passado é a válvula de escape que o governo buscava para impor o congelamento salarial e a destruição dos serviços públicos”, disse. Ele ainda pontua que mesmo sendo necessária a votação na Comissão da Câmara (que deve acontecer no próximo dia 12 de junho) “a possibilidade da concretização dessa vitória, até aqui parcial, é um fato plenamente possível”.

“Prevendo um desfecho nessas condições, a reunião da CNESF, realizada no dia 04 de maio, aprovou a continuidade da luta com um calendário que orienta a ida de caravanas a Brasília no dia da votação do projeto na CTASP”. Segundo relatou, a ideia é tomar a Comissão com faixas e cartazes, pressionando todos os parlamentares para que derrubem o projeto, ou seja, aprovem o parecer do relator. (com informações da Conlutas)

Compartilhe