Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Deu no jornal!

5% PARA OS SERVENTUÁRIOS

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Luiz Zveiter, enviou projeto de lei para a Assembleia Legislativa do Rio, que concede 5% de reajuste para os serventuários, a partir de 1º de maio. Segundo o líder do governo na Casa, deputado Paulo Melo (PMDB), o projeto será votado somente após os parlamentares se reunirem com o sindicato da categoria. O encontro está marcado para a próxima semana.

Zveiter destacou na mensagem que a remuneração dos servidores do Poder Judiciário vem sofrendo perdas acumuladas, resultando, consequentemente, em “graves distorções salariais”, se comparadas à remunerações dos servidores do Ministério Público do Rio, Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ou da Justiça Federal. Segundo o desembargador, as perdas ocasionam “crescente evasão de serventuários do Judiciário”.

Em sessão do Órgão Especial do TJ-RJ, realizada na última segunda-feira, também ficou definido que o tíquete-refeição será reajustado de R$ 21 para R$ 26 por dia e que o auxílio-locomoção receberá aumento de 6,82%.

O delegado sindical do Sind-Justiça (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Rio), Wagner Cordeiro, diz que o TJ-RJ poderia ter aprovado reajuste maior. “O tribunal trabalha com folha de pessoal lá em cima e, no nosso caso, ele coloca um valor que não é nem o valor dos últimos 12 meses, muito menos a projeção para a arrecadação deste ano. Então, estes 5%, que a presidência do tribunal afirma que foi o máximo que se pode chegar, não correspondem à realidade”, reclama.

A categoria ameaça entrar em greve por 24 horas, quando o projeto de lei for incluído na pauta de votação da Alerj. O comando de mobilização vai se reunir no próximo dia 14, sexta-feira, às 12h, no auditório do sindicato. (Coluna do servidor de O Dia, 07/05/10)

Compartilhe