Skip to content

FECHAMENTO DO IASERJ É UM CRIME, DIZ PRESIDENTE DO SINDICATO DOS MÉDICOS

O Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (Sinmed) participou ontem (29/7) de manhã do ato na Praia de Copacabana, em frente ao Hotel Copacabana Palace. Com os médicos estavam representantes do sindicato dos servidores estaduais e funcionários de outras categorias de trabalhadores do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro (Iaserj).

O ato, em protesto contra o iminente fechamento do Hospital Central do Iaserj, reuniu cerca de 200 pessoas (segundo estimativas da organização) e contou com carro de som e panfletagem no calçadão de Copacabana.

“O fechamento do Iaserj é um crime, já que poderia cumprir papel de atendimento de pacientes que lotam as emergências dos demais hospitais”, informou o presidente do Sinmed, Jorge Darze. (com informações da Agência Brasil)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento de Maria Auxiliadora Rio Doce. Maria trabalhava como escrevente juramentada no 18º oficio de notas. O velório será neste