Skip to content

FRANÇA: MARÇO SERÁ MARCADO POR GREVES E MANIFESTAÇÕES

O mês de março será marcado na França por um forte período de greves e manifestações, que terão início no próximo dia 5, com estudantes e professores e terão seu ponto mais relevante no dia 19.

Na segunda-feira (23), a União Nacional de Estudantes da França (UNEF) convocou a realização de uma jornada de protestos no dia 5 de março contra as reformas propostas pelo governo relativas à educação. Ao mesmo tempo, a entidade efetuará uma marcha parcial na próxima quinta-feira.

Por outro lado, as oito confederações sindicais do país ratificaram mobilizações em 19 de março, marcando para a data uma greve geral contra o chamado ‘plano de reativação econômica’, defendido pelo presidente Nicolás Sarkozy. ‘Esperamos que as manifestações superem a anterior de janeiro e sirvam para continuar a pressão sobre o governo’, declarou à imprensa o secretário geral da Confederação Geral de Trabalhadores (CGT), Bernard Thibault.

Thibault e outros dirigentes sindicaid criticam Sarkozy por este rejeitar a recomposição do salário mínimo e à desfiscalização das horas extras, bem como outras medidas que consideraram parciais e insuficientes. A eliminação de 30 mil postos de trabalho no setor público e o desvelo da administração Sarkozy em relação aos sindicatos patronais são também aspectos deplorados pelos representantes da CGT e as restantes confederações.

Durante a mobilização anterior, cerca de dois milhões e meio de pessoas participaram de comícios e marcharam pelas ruas de várias cidades de todo o território nacional. (informações da Prensa Latina)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento do colega José Wilson Braga Tostes, ocorrido no dia 16/04/2024. José era bastante conhecido por todos pelo apelido de

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento do colega NATANAEL DE SOUZA RAMOS, aposentado, da Comarca deCampos dos Goytacazes. Natanael sempre participava de todas as atividades