Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Governo quer discurso unificado da base sobre Previdência

Presidente da Comissão, Marum diz que reforma não para com lista Janot

BRASÍLIA – Em meio ao polêmico projeto de reforma da Previdência, o governo Temer reuniu na manhã desta terça-feira deputados da base para tentar garantir unidade de discurso. O presidente Michel Temer observou que cada parlamentar tem uma opinião própria sobre as mudanças, e avaliou que é momento de os partidos aliados buscarem mais convergências com a proposta do governo.
As discussões na Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara ocorrem às vésperas da divulgação pela Procuradoria-Geral da República dos cerca de 80 inquéritos envolvendo 400 políticos de todas as esferas de poder do país. Carlos Marum, que preside a Comissão, minimizou os efeitos da lista nos trabalhos na Câmara:
— Não vai ter problema nenhum porque eu não estou nessa lista da Lava-Jato. O presidente da República também não está nessa lista — disse Marum.
Marum disse que o momento é de diálogo e que a tendência é se os prazos da comissão e de plenário sejam cumpridos, de 30 dias de trabalhos no órgão especial, e mais 15 dias para votação em plenário. Segundo ele, todas as emendas apresentadas até o momento melhoram o projeto por um lado, mas pioram por outro.
— O texto enviado pelo governo é o melhor. As sugestões que chegam atendem A, B, ou C, mas não resolvem o problema como um todo, mudando a essência da proposta.

FONTE: http://oglobo.globo.com/economia/governo-quer-discurso-unificado-da-base-sobre-previdencia-21057424

Compartilhe