Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

GREVE DOS CORREIOS COMPLETA UMA SEMANA

A greve dos funcionários dos Correios, que completou ontem (21/9) sete dias, continuará em todo o país. Segundo o comando de greve, a adesão é 70% e apenas a área administrativa central da empresa continua trabalhando. Os serviços de entrega estão atrasados. Os funcionários que não aderiram à greve organizaram um mutirão para fazer a triagem de 20 milhões de objetos para entrega. Mas, até o último domingo (18), apenas 2,5 milhões haviam sido entregues.

Os serviços de Sedex 10, Sedex hoje e Disque Coleta estão suspensos, pois necessitam de hora marcada para coleta e por causa da greve não podem ter os horários de entrega confirmados. Outros serviços estão sendo realizados normalmente, como é o caso do serviço Sedex comum, segundo informaram os Correios.

Os Correios convocaram 3 mil aprovados no concurso público de maio para fazer as entregas. “A população precisa ser atendida. Estamos acelerando a contratação dos concursados”, disse o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro.

Um dos membros da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), Saul Gomes, disse que a greve continuará porque os Correios não aceitaram a primeira proposta de reajuste e reposição das perdas salariais feita pela categoria. Segundo Gomes, a proposta dos Correios foi reposição da inflação de 6,87% e R$ 50 de aumento linear para os trabalhares a partir de 2012.”Os grevistas ainda correm o risco de terem os dias parados descontados”.

Os grevistas reivindicam aumento salarial de R$ 400, reajuste do vale-refeição e do vale-alimentação, piso salarial de R$ 1.635 e reposição da inflação de 7,16%. (informações da Agência Brasil)

Compartilhe