Skip to content

IESC – Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro, promove conferência internacional sobre assédio moral e outras manifestações de violência no trabalho.

Ética e Dignidade dos Trabalhadores

Data do evento: 12/07/2010 a 15/07/2010 – Informações: ciassediomoral@iesc.ufrj.br

Apresentação:

O Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro convida a todos/as para a Conferência Internacional sobre Assédio Moral e outras Manifestações de Violência no Trabalho: Ética e Dignidade dos Trabalhadores.

A Conferência, que está se preparando para sua 1.ª edição, é: um espaço de encontro da Academia, Movimentos Sociais, trabalhadores/as, pesquisadores/as e interessados/as no tema, permitindo maior integração dos saberes e fazeres dos diferentes atores sociais, o que permitirá empreender novas formas de pesquisas que fortaleçam um novo compromisso da Academia com as reais necessidades dos/as trabalhadores/as de forma a fomentar ações de combate e erradicação das diferentes manifestações da violência no local de trabalho.

Estrutura do Evento: Conferências, Mesa de diálogos e Painéis.

Publico alvo: Universidades (professores, alunos e técnicos administrativos), Movimentos sociais, Trabalhadores, Pesquisadores e interessados no tema

Não deixe de participar do maior encontro sobre assédio moral!

Local: Centro Cultural Prof. Horácio Macedo – CCMN

Cidade Universitária da UFRJ – Campus da Ilha do Fundão

Objetivos gerais:

Reunir pesquisadores e outros profissionais envolvidos com o tema de Assédio Moral no Trabalho de diferentes regiões do Brasil e outros continentes.
Aprofundar a discussão acerca do tema, enfatizando ações que visem o combate e erradicação da violência moral no local de trabalho.
Integrar as diversas abordagens existentes na construção de conhecimento sobre o Assédio Moral, tanto na prevenção e combate, como no acolhimento de pessoas assediadas.
Objetivos Específicos:

Socializar experiências intercontinentais dando visibilidade aos procedimentos adotados quer nos grupos de pesquisa assim como nos sindicato de trabalhadores e grupos de acolhimento.
Incentivar a formação de Núcleos de estudos e combate ao Assédio Moral.
Estimular a utilização de metodologias que considerem as experiências e reflexões dos trabalhadores que foram assediados.
Fonte: Jornal O Dia – 05/07/2010

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

DIA DO ADVOGADO – 11/AGO

Não basta ter conhecimento jurídico, ser competente, pontual ou ter boa oratória… sempre haverá pedras no caminho, que fariam pessoas comuns desistirem ou repensarem as

NOTA DE PESAR

Infelizmente, faleceu hoje o nosso querido funcionário Marco Paulo Feitosa, que atuava no setor de arquivo do Sind-Justiça. Era um dos funcionários mais antigos do

X