Skip to content

IR: RECEITA LIBERA NESTA QUARTA CONSULTA A MEGALOTE, NO VALOR DE R$ 1,5 BILHÃO

A Receita Federal libera a partir das 9 horas desta quarta-feira (9) a consulta aos dados do sexto e penúltimo lote multiexercício do Imposto de Renda Pessoa Física, com declarações do exercício de 2011 e a malha fina de 2008 a 2010.

Estão incluídos neste lote 1.219.136 contribuintes, que devem receber R$ 1,5 bilhão em restituições, a serem creditadas no próximo dia 16 de novembro na rede bancária, com correções que vão de 6,81% a 37,49%, referentes à variação da taxa Selic. Para saber se a declaração está liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou ligar para o Receitafone no número 146.

De acordo com a Receita, no lote das declarações de 2011 (ano-base 2010), estão incluídos 1.155.493 contribuintes, que receberão R$ 1.397.532.413,25, já acrescidos da taxa Selic de 6,81%, referente ao período de maio a novembro deste ano. Desse montante, 9.031 referem-se aos contribuintes que se enquadram no Estatuto do Idoso, os quais receberão R$ 39.086.310,10.

A restituição ficará disponível no banco por um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição), disponível na internet. Caso o contribuinte não concorde com o valor da restituição, poderá receber a importância disponível no banco e reclamar a diferença na unidade local da Receita. (com informações do InfoMoney)

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

DIA DO ADVOGADO – 11/AGO

Não basta ter conhecimento jurídico, ser competente, pontual ou ter boa oratória… sempre haverá pedras no caminho, que fariam pessoas comuns desistirem ou repensarem as

NOTA DE PESAR

Infelizmente, faleceu hoje o nosso querido funcionário Marco Paulo Feitosa, que atuava no setor de arquivo do Sind-Justiça. Era um dos funcionários mais antigos do

X