Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Judiciário Federal e MPU

ATO REÚNE SERVIDORES DE PELO MENOS 12 ESTADOS, QUE “CHAMAM’” BRASÍLIA A ADERIR À GREVE

Os servidores do Judiciário Federal e do MPU fizeram barulho em Brasília na tarde ontem, 19 de maio. Cerca de mil pessoas participaram da manifestação que reuniu servidores do Distrito Federal e de pelo menos uma dúzia de estados nos quais a categoria está em greve. Estiveram representados, entre outros, os servidores de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina, Alagoas, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, Maranhão e Paraíba.

Após caminharem os cerca de 800 metros que separam a Procuradoria Geral da República, onde a atividade começou, do Supremo Tribunal Federal, os servidores se concentraram ali enquanto uma comissão era recebida pelos ministros Ricardo Lewandowski e Ayres Brito, no Salão Branco do Supremo. “O ato foi notado, atraiu emissoras de TV e repercutiu”, resume o servidor Lourival, da Justiça Federal da Bahia e que integra o Comando Nacional de Greve.

Durante a manifestação, servidores que participam do Movimento Luta Fenajufe distribuíram carta aos colegas de Brasília chamando-os a aderir à greve nacional. “Sentimos que as pessoas estão impacientes para entrar no movimento [grevista]”, relata Lourival.

Ao final do ato, o dirigente da federação nacional da categoria (Fenajufe) e do Sindjus-DF Roberto Policarpo disse, do carro de som, que a categoria em Brasília entrará em greve na próxima terça-feira, caso não haja uma resposta concreta sobre o PCS. “Nós vamos parar na próxima semana e reforçar o movimento grevista em todo o país”, prometeu. (informações do Luta Fenajufe)

Compartilhe