Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

MANTEGA DEVE ANUNCIAR PACOTE ANTICRISE NESTA SEGUNDA-FEIRA, DIA 29

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, deve anunciar hoje (29/8) novas medidas fiscais para tentar conter os efeitos da crise econômica global. A informação foi publicada na edição de hoje da Folha de S.Paulo.

Segundo o jornalista Fernando Rodrigues, autor da reportagem, o pacote foi finalizado ontem (28) à noite numa reunião entre Mantega e Dilma Rousseff. Haverá cortes de custeio da máquina pública e podem ser anunciadas também mudanças na meta de superávit primário (a economia que o governo faz para pagar os juros da dívida).

O anúncio do pacote ocorre um dia antes de o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central se reunir para decidir se aumenta os juros básicos da economia (a taxa Selic), que está em 12,5% ao ano.

No começo deste mês, o governo anunciou um outro pacote contra os efeitos da crise. Foi um conjunto de incentivos para a indústria, chamado de Brasil Maior, com objetivo de reduzir custos da produção das empresas em R$ 25 bilhões nos próximos dois anos. As medidas incluíram a isenção da alíquota de 20% do INSS de setores afetados pela queda do dólar, como confecções, calçados, móveis e softwares.

O governo também havia anunciado que pretende elevar a taxa de investimento sobre o Produto Interno Bruto (PIB) de 18,4% em 2010 para 22,4% ao final do plano de política industrial.

Antes, no fim de julho, o governo adotou outras medidas para tentar conter a queda do dólar. Foi criada uma taxa de 1% sobre as operações de derivativos cambiais feitas por investidores brasileiros e estrangeiros no país. Mas, se for necessário, o governo pode aumentar essa taxa até 25%. (informações do UOL Economia)

Compartilhe