Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

MILHARES PROTESTAM CONTRA AUSTERIDADE EM PORTUGAL

Milhares de pessoas protestaram neste sábado nas ruas de Lisboa, convocadas pela CGTP, principal confederação sindical portuguesa, para protestar contra a política de austeridade do governo de centro-direita e imposta pela UE e pelo FMI.

Os sindicatos esperavam uma participação mais importante que a da manifestação de sábado passado em Porto, a grande cidade do norte do país que reuniu cerca de 30.000 pessoas. “Se o governo continuar por essa via, Portugal vai afundar”, afirmou à AFP João Cruz, operário ferroviário de 43 anos que este ano perdeu dois meses de seu salário de 1.000 euros devido às medidas de retificação orçamentária.

“Esta crise na Europa apenas favorece a Alemanha, enquanto países como o nosso são abandonados à sua sorte”, indignou-se Susana Leal, uma trabalhadora têxtil que chegou do interior do país.

Chamando à mobilização “contra a exploração e o empobrecimento”, a CGTP se opõe em particular à reforma do código trabalhista adotada em maio pelo Parlamento, que facilita a demissão dos trabalhadores, reduz garantias quanto aos honorários e suprime férias e feriados.

A reforma está contida no plano de rigor e de reformas exigido a Portugal pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional, em troca de um empréstimo de 78 bilhões de euros fechado em maio de 2011. Esta reforma foi aprovada pela UGT, a segunda maior central sindical do país, criada em 1978 por militantes socialistas, provocando a divisão do movimento sindical português. (informações da AFP)

Compartilhe